Fala aí, seus caixa2 do zapzap! Pai tá de volta pra mais uma review e vamo falar do mais novo single da querida TDE, o REASON, que lançou seu debut na nova label, o “There You Have It” que na verdade é um relançamento da sua terceira mixtape, tirando algumas faixas da tracklist de 2017. Como eu que sou muito fã de praticamente tudo que a TDE tem droppado, fui conferir qual que era a do cara e vos trago este texto analisando o projeto.
Indo direto ao ponto “There You Have It” é (ou deveria ser) o cartão de visita do MC no cenário mas deixa a desejar em originalidade, e isso é uma baita decepção ainda mais tendo o apoio da banca mais quente no jogo. O álbum tá longe de ser um álbum ruim mas decidir fazer seu debut relançando uma mixtape antiga não me parece ter sido a melhor jogada, principalmente quando nos deparamos com uma narrativa repetitiva e que não é trazida numa performance atrativa o suficiente pra carregar o projeto. Até a track “Colored Dreams/Killers Pt. 2” que eu pensei ser uma história real de vida dele ou então alguma narrativa criada por ele, não passa de uma sequência da faixa Killers do J.Cole.
E nesse momento você deve tá pensando “Porra, o cara é um lixo então” e é justamente o contrário, ele é um bom rapper e que mantém uma boa performance por toda a mix… Ops, álbum, trazendo bons punches e tudo mais, mas nada de muito especial e a produção vai pelo mesmo caminho, é boa, traz alguns elementos de soul em alguns momentos, mas ao mesmo tempo são poucos os beats memoráveis do projeto, como o de Drive Slow, que tá mais pra um remix do som de mesmo nome do Kanye, só que interpola um sax que deu um toque bem maneiro a track.
Há de se tirar tracks boas do álbum como a “Fuck Wit Me” que tem um refrão massa e ele brinca com os vários significados da expressão. O play é até que agradável mas também não impressiona, como já citei o principal problema do projeto é a originalidade e todo esse planejamento apressado pra se apresentar o MC. Se você escutou o álbum, comenta aí o que achou e segue a gente nas redes. Eu fui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.