HMTReviewFala aí, seus danadinha no contatinho do pai! Hussein alegrando seu fim de semana de punheta com mais uma resenha! Depois da equipe receber alguns pedidos pra revisar o novo disco dos paulista do Hó Mon Tchain (que erva é essa que ces fumaram pra surgir com esse nome, explana aí), resolvemos atender às preces do povão e dissecar esse álbum que acabou de sair. Vamos a la revision!
Ao ouvir as músicas e prestar atenção aos MCs, achei uma parada meio impressionante (num ponto de vista negativo): não dá pra apontar um cara que se sobressai entre os demais, não só em questão de técnica, mas também nas referências abordadas e nas levadas usadas. Isso, somado à redundância nos temas abordados, torna a audição monótona. Os caras certamente sabem rimar, mas percebe-se que falta lapidação em alguns momentos (há algumas “atropeladas” no beat) e variação principalmente no que diz respeito aos flows usados e ao que se aborda nas tracks.
As produções presentes no álbum são bem sólidas, talvez o ponto mais consistente e agradável do disco. Praticamente não há beat que possa ser julgado como abaixo dos demais, e mesmo quando há a transição de uma track que remete a um som boombap pra uma próxima que se utilize da sonoridade do trap, não há estranheza na mudança, a sequência das faixas flui de forma bem natural. Interessante lembrar que a assinatura das bases do disco é dos próprios membros do coletivo, especialmente o Mud e o Falcon. Destaco a base ousada da “Gueto Árabe”, assim como o trap “Amo os Que Me Odeiam” como instrumentais que exemplificam a qualidade presente no disco.
Quanto à organização e conceito do álbum, há brechas que poderiam ser preenchidas. A sequência de tempo que se tenta mostrar ao longo das faixas não fica tão clara pro ouvinte, e o fato de todos os membros rimarem na maioria das faixas, somado com o lance de eles não serem muito diferenciáveis uns dos outros provoca uma certa confusão. Alguns feats funcionam bem, como o D-Cazz no refrão da “Essa Noite”, mas outros não adicionam muito à musicalidade do projeto e passam meio que despercebidos. E é isso mes amis, fiquem ligados no blog porque aí vem mais review nervosa tipo acionistas da Petrobras! Até!
Stream e download (Na descrição) do álbum.

One Reply to “Review Nacional: "Assim Que Nois Trabalha" por Hó Mon Tchain”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.